Cinema > Críticas > Crítica “Independence Day: O Ressurgimento”
Enviado 23/06/2016 1:00 pm por Alexandre Bragança no responses

Independence Day: O Ressurgimento

 

 


Título Original: “Independence Day: Resurgence”

Gênero: Ação / Aventura / Ficção Científica.

Origem: E.U.A.

Duração: 120 Minutos.

Ano de Lançamento: 2016.

Elenco: Liam Hemsworth, Jeff Goldblum, Bill Pullman, Jessie T. Usher, Maika Monroe, Charlotte Gainsbourg, Deobia Oparei, Nicolas Wright, Sela Ward, William Fichtner, Brent Spiner, Judd Hirsch, Angelababy, Vivica A. Fox e John Storey .

Roteiro: Nicolas Wright, James A. Woods, Dean Devlin, James Vanderbilt e Roland Emmerich.

Direção: Roland Emmerich.

 

 

 

Eles realmente deveriam voltar (?)

Há exatos 20 anos, o controverso diretor Roland Emmerich redefinia o cinema catástrofe com o arrasa quarteirão do verão de 1996, “Independence Day“, e, de quebra, tirava o olhar ingênuo que alguns, sob a influência de um certo Extra-Terrestre baixinho de dedo vermelho, ainda poderiam ter sobre alienígenas.

Leia também a análise de “O Ataque”, longa de ação dirigido por Roland Emmerich.

O longa trazia um elenco com nomes fortes, como um jovem Will Smith em franca ascensão, recém saído do mega sucesso televisivo “Um Maluco no Pedaço“; Bill Pullman, um ator conhecido mesmo sem nunca ter tido, até então, um grande papel e/ou um blockbuster na sua carreira; e Jeff Goldblum, eternamente conhecido pelo icônico “A Mosca“, seu maior sucesso, seguido de “Jurassic Park“.

Vinte anos depois, o cientista David Levinson (Jeff Goldblum) e o agora ex-Presidente Thomas J. Whitmore (Bill Pullman) continuam detonando os alienígenas malvadões

Independence Day” tinha tudo pra fazer muito sucesso e, ainda que alguns críticos o tivessem detonado, a promessa se cumpriu. O longa de Emmerich ficou na imaginação de uma geração. Contudo, a continuação que era esperada, visto o enorme sucesso de público, não aconteceu dentro de um prazo razoável e o longa acabou ficando de lado por muito tempo.

Leia também a análise de “American Ultra: Armados e Alucinados”, com a participação de Bill Pullman.

Durante os vinte anos que se passaram, Will Smith passou de promessa a grande astro, com uma carreira tão meteórica que, ultimamente, já começou a apresentar um certo declínio (tanto que o ator se rendeu às franquias de super heróis para dar a volta por cima). Bill Pullman foi cada vez mais colecionando títulos obscuros em sua carreira, enquanto Jeff Goldblum manteve uma atividade regular, com muitas séries de tv e filmes independentes. Poe sua vez, o diretor Roland Emmerich, como todo diretor, teve uma filmografia de altos e baixos.

Ou seja, vida normal em Hollywood para a geração anos 1990.

Liam Hemsworth é o Tenente Jake Morrison, a cara da nova geração contra os aliens

Mas no novo milênio cinematográfico, quase tudo se resume a continuações, franquias e reciclagens de filmes “antigos” para a nova geração. Nesta linha, já vimos a reapresentação do novo “O Exterminador do Futuro“, do novo “Jurassic Park“, do novo “Star Wars“, do novo “Star Trek“, do novo “Karate Kid“, do novo “Caçadores de Emoções” e, agora, a nova geração terá o seu novo “Independence Day” sob o título de “Independence Day: O Ressurgimento“.

Leia também a análise de “Garota Exemplar”, suspense com a participação de Sela Ward.

Como tudo nessas reciclagens, “Independence Day: O Ressurgimento” não apresenta nada muito novo, inclusive o subtítulo, “Sabíamos que eles voltariam”, é a base do argumento. Ou seja, os alienígenas voltaram e estão ainda mais vorazes. Já entendeu o que vai acontecer, não é mesmo?

Com base na tecnologia alienígena, os humanos aprimoraram o conhecimento e construíram uma base lunar de defesa em caso de uma nova invasão

Da mesma forma que os aliens voltaram, parte do elenco original – Bill Pullman, Jeff Goldblum, Brent Spiner, Judd Hirsch, Vivica A. Fox e John Storey – também está de volta em seus papéis originais. Ainda que Will Smith tenha ficado de fora, seu personagem Cap. Steven Hiller é citado. E já que é para ser um filme para as novas gerações, as novidades no elenco ficam por conta de Liam Hemsworth (em papel similar ao de Smith no filme original), Jessie T. Usher como Dylan, filho de Steven Hiller, e Maika Monroe (“A 5ª Onda“) como Patricia, filha do ex-Presidente Whitmore.

Leia também a análise de “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final”, com a participação de Liam Hemsworth.

Sem a mesma originalidade do filme de 1996, “Independence Day: O Ressurgimento“ é repleto de clichês e patriotada americanoide, e com apenas um fiapo de história, a produção se firma mesmo nos excelentes efeitos especiais e na sensacional edição sonora. Contudo, mesmo sendo mais do mesmo, o ‘novo longa sobre alienígenas malvados’ de Holland Emmerich cumpre seu papel e diverte o público ligado no cinemão pipoca/catástrofe e ainda abre margem para uma nova franquia, já que sua terceira parte (ainda sem data, elenco e título definitivo) já foi anunciada.

Conheça outros lançamentos de junho nos cinemas.

 
Compartilhar
 
Notícias Relacionadas
 
Alexandre Bragança, cineasta e fotógrafo. Pipoqueiro convicto.
 
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*



Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Animação Batman Ben Affleck Bradley Cooper Capitão América Charlize Theron Chris Hemsworth CHRISTIAN BALE Christopher Nolan Cinema Francês Cinema Nacional Coletiva de Imprensa Colin Farrell DC Comics Demolidor disney Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 Festival do Rio 2014 Festival do Rio 2015 Frank Miller Game of Thrones homem aranha Homem de Ferro Hulk Jennifer Lawrence Jessica Chastain Kristen Stewart Liga da Justiça marvel Michael Fassbender mulher maravilha Netflix oscar Os Vingadores pré-estreia Robert Downey Jr. Rodrigo Santoro Samuel L. Jackson star wars steven spielberg Superman Thor Tom Cruise X-Men