Enviado 06/09/2017 5:38 pm por Rafael Leite no responses

Blue Note pode significar aquela nota coringa, o artifício que se encaixa em qualquer melodia. A escolha do Rio como o primeiro representante da casa no hemisfério sul, trouxe a dúvida sobre se essa decisão realmente seria o melhor, uma vez que o público carioca não é tão parecido com os outros, como o de São Paulo (local este que é o ideal para a casa). Mas todas as dúvidas foram esclarecidas e trouxe um ar de empolgação maior.

O empresário Luiz Calainho, que está trazendo a casa para o Brasil, e o presidente e filho do fundador do Blue Note, Steven Bensusan, apresentaram o espaço em primeira mão para a imprensa em uma prévia da inauguração que aconteceu na noite do mesmo dia. O Blue Note fez sua estreia em 1981 em NY, e conta com filiais em Tóquio, Nagoya, Pequim, Milão, Havaí e California… e agora, é claro, no Rio de Janeiro também.

O evento contou com a apresentação da banda Brazil Jazz Stars, formada exclusivamente para a inauguração, e composta por instrumentistas consagrados como Jessé Sadoc, Marcelo Martins, João Castilho e Arthur Maia. E contou com um brunch especial do premiado chef de gastronomia Pedro de Artagão, que assina o cardápio do Blue Note Rio. O cardápio variado exposto mostrou que o lado gastronômico do local também é componente principal da banda, tanto que passará a abrir em horário de almoço (nos meados de outubro). Ou seja, o dueto música com a culinária andará bem afinado pela casa.

O Rio de Janeiro anda perdendo diversas casas de eventos para curtir a noite, e mostra que os poucos que restaram acabam sendo mais do mesmo. O clube nova-iorquino chega para inovar novamente o nicho e ocupar um espaço que ficara em branco com o fim de praticamente todas as casas de shows intimistas no Rio.

Só o fato de trazer o charme do jazz club mais respeitado do mundo já é algo que o torna ainda mais atraente (além de nitidamente intimista). A casa já recebeu Ella Fitzagerald, Ray Charles, Stevie Wonder e Tony Bennett, além de lendas da música brasileira como Tom Jobim, Milton Nascimento e Gal Costa. E é conhecida por acabar promovendo Jams surpresas com famosos músicos. (Inclusive deram a dica de frequentarem a casa durante o Rock in Rio.)

Com shows de quarta a domingo, o Blue Note Rio já tem grandes atrações confirmadas para todo o segundo semestre. Chick Corea & Steve Gadd Band, Sergio Mendes, Maceo Parker, Chris Botti, Hermeto Pascoal, Spyro Gyra, Teresa Salgueiro (Madredeus), Anne Paceo, Baby do Brasil, Didier Lockwood e Jaques Morelenbaum estão na programação.

O projeto é mais uma empreitada do empresário Luiz Calainho, diretor da L21 participações, com os sócios Daniel Stain, Marcelo Megale, e com o grupo de marketing promocional TGF de Armando Lisboa e Thiago Goes, e conta com o patrocínio da Budweiser, uma das marcas mais tradicionais do mundo, com 140 anos de história, e com o apoio do Shopping Leblon e Portal UOL.

 
Compartilhar
 
Notícias Relacionadas
 
 
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*



Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Animação Batman Ben Affleck Bradley Cooper Capitão América Charlize Theron Chris Hemsworth CHRISTIAN BALE Christopher Nolan Cinema Francês Cinema Nacional Coletiva de Imprensa Colin Farrell DC Comics Demolidor disney Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 Festival do Rio 2014 Festival do Rio 2015 Frank Miller Game of Thrones homem aranha Homem de Ferro Hulk Jennifer Lawrence Jessica Chastain Kristen Stewart Liga da Justiça marvel Michael Fassbender mulher maravilha Netflix oscar Os Vingadores pré-estreia Robert Downey Jr. Rodrigo Santoro Samuel L. Jackson star wars steven spielberg Superman Thor Tom Cruise X-Men