Canais > Miscelânea > Música > Eu sou David Byrne
Enviado 31/03/2018 1:39 pm por Rafael Leite no responses

Um dos side shows do festival Lolapalooza, mereceu ganhar sua versão carioca. Marcado para começar exatamente as 21h, David entrou em cena com 30m de atraso. Mas nada mais que aceitável para um artista desse naipe.

 

Com uma equipe formada por músicos com instrumentos capazes de serem transportados pelos seus corpos… suas carcaças humanas também foram usadas como instrumentos para o concerto, que teve cerca de 1h50 de duração. A sensação é que tudo passou rápido demais.

 

O show do Byrne não se equipara a um show normal. É uma performance completa. É como ver um apresentação de peças dançantes que pudessem estar em amostras no Guggenheim Bilbao. É música, é teatro, é contemporâneo, é dança, é arte pura e simplesmente sendo transbordada além da criatividade de um artista completo.

 

Não o encaro como um figurão, uma vez que eu me vejo no David Byrne, ele representa minha forma de ver a vida, e consequentemente a arte. Começando a jornada com uma teatral mesa cercada por três cortinas de correntes, DB apresentou um cérebro e seus labirintos para começarmos a entrar na sua mente e na sua cabeça. Seguindo por Lazy do DJ X-press 2 que possuí originalmente a voz de David Byrne…que por sinal é uma das músicas pelas quais me apaixonei instantaneamente pela sua sonoridade, passando por sucessos como “Burning Down The House” e “Once In A Lifetime”… Emendando a cronologia histórica de suas canções numa viagem que não era aleatória e com meras paradas. Tudo tinha um objetivo a ser contado, dividindo consciências entre quedas e ascensões. Contou com dois bis, e adaptações para a brasilidade… Simplesmente “diga o nome dele” sempre que você for citar um show incrível no qual você já possa ter estado. Na última música foi feita uma breve homenagem e Mirella Franco!

 

Ovacionado diversas vezes, e com aplausos incansáveis vindo de seu público, Byrne como sempre mostrou que suas palavras fazem sentido e soam muito mais de que como música. Reuniões para recuperar o status de banda com os Talking Heads está definitivamente fora de cogitação, uma vez que ele é a renovação da sua imutável personalidade.

 
Compartilhar
 
Notícias Relacionadas
 
 
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*



Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Animação Batman Ben Affleck Bradley Cooper Capitão América Charlize Theron Chris Hemsworth CHRISTIAN BALE Christopher Nolan Cinema Francês Cinema Nacional Coletiva de Imprensa Colin Farrell DC Comics Demolidor disney Festival do Rio 2012 Festival do Rio 2013 Festival do Rio 2014 Festival do Rio 2015 Frank Miller Game of Thrones homem aranha Homem de Ferro Hulk Jennifer Lawrence Jessica Chastain Kristen Stewart Liga da Justiça marvel Michael Fassbender mulher maravilha Netflix oscar Os Vingadores pré-estreia Robert Downey Jr. Rodrigo Santoro Samuel L. Jackson star wars steven spielberg Superman Thor Tom Cruise X-Men